top of page

FourC Learning marca presença no 7º congresso internacional de jornalismo de educação

Sediado no Teatro FECAP, em São Paulo, o Jeduca reuniu mesas e oficinas com a reflexão sobre como o jornalismo de educação pode contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade mais democrática, justa e pacífica.

O congresso internacional de jornalismo de educação teve como principal abordagem o desenvolvimento de uma sociedade mais pacífica, democrática e justa, com base em alguns problemas que a educação no Brasil enfrenta, sejam questões financeiras e também sociais. Para isso, foram organizadas uma série de mesas, cada uma com um assunto em específico.


A FourC Learning marcou presença em algumas mesas. Entre elas, "Para além dos ataques: como professores lidam com tensões frequentes e violência na escola". No qual os educadores presentes defenderam ações e políticas que promovam a prevenção e o acolhimento na escola como forma de combater o tópico do tema em debate.


Durante a troca de conhecimento, o principal tema debatido entre os participantes

O tema da mesa foi o questionamento sobre “heroísmo” por parte do professor no que diz respeito ao enfrentamento da violência no ambiente escolar.


Participaram da mesa a professora Cinthia Barbosa, responsável por desarmar e conter o autor do ataque na Escola Estadual Thomazia Montoro, em São Paulo. O professor Erison Lima, atuante no Projeto de Vida e Cultura Digital da rede estadual de Manaus. Além de Celiana Moroso, que atua há 22 anos na Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal.


Além disso, a FourC Learning marcou presença na mesa “Educação na América Latina e jornalismo de soluções”. Na conversa em questão, foi debatido sobre as reportagens que buscam ir além dos problemas e mostrar o que já foi pensado e implantado como solução para o setor. Isso porque, muitas vezes, as reportagens optam por focar demais nos problemas já que possuem maior potencial de repercussão.


O jornalismo de soluções é uma abordagem no campo do jornalismo que busca não apenas identificar problemas, mas também apresentar soluções para os problemas discutidos.


Os participantes da mesa incluíram Stella Bin, jornalista argentina e autora da newsletter Hora Libre, Daniel Nardin, jornalista do Amazonia Vox, e Pedro Lima, do Canal Futura, que atuou como mediador.


Pedro Lima destacou a importância do jornalismo de soluções para a educação, promovendo uma abordagem positiva e participativa na busca por respostas reais. Stella Bin ressaltou a necessidade de aprofundar a cobertura de problemas e incorporar soluções, exemplificando com ataques escolares. Daniel Nardin enfatizou a importância de ouvir diretamente as pessoas envolvidas, especialmente em regiões específicas, e alertou contra o paternalismo, defendendo o fortalecimento das iniciativas locais.


O 7º congresso internacional de jornalismo de educação reuniu jornalistas, comunicadores, estudantes, pesquisadores, educadores, acontece em São Paulo nos dias 18 e 19 de setembro e contou com patrocinadores como a Fundação Itaú e do YouTube.

13 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page